segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Relógio para de funcionar no exato momento da morte do seu mantenedor


Durante todas as semanas dos últimos 30 anos, o médico australiano John Farrer subiu as estreitas escadas da Igreja de St. James em Clapham, na Inglaterra, para se assegurar de que o relógio estava funcionando.

O instrumento, ao qual John Farrer se dedicou por tantos anos, parou no exato minuto da morte do homem, que faleceu aos 92 anos, no dia de Ano Novo, segundo o jornal Daily Mail.

“Quando eu percebi que ele parou de respirar eu olhei no relógio, que marcava 8h15 da manhã” contou o também médico e filho de John Farrer, “Mas foi só depois, quando eu falei com outras duas pessoas da aldeia que eu notei que o relógio tinha parado no mesmo instante", completou.

Jonh Farrer morreu apenas algumas semanas depois do aniversário de 60 anos de sua chegada à aldeia para tomar posse do território de 10.000 hectares, que ele havia herdado da família.

Embora a Igreja St James não faça parte do espólio, ela foi reconstruída há cerca de 150 anos com o dinheiro da família Farrer.

O relógio, que é o marcador de tempo mais usado pelos habitantes do vilarejo, foi reiniciado após o funeral do médico, quando foram lembradas sua carreira médica e sua dedicação á aldeia.

Fonte: Terra
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...