segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Após ser proibido de usar bermuda, servidor do Rio vai trabalhar de saia


Descontente com a proibição de usar bermuda e sem ar-condicionado no serviço há pelo menos quatro anos, o funcionário público André Amaral, 41 anos, usou a criatividade para tentar driblar o calor e chegou ao Centro Administrativo do Estado do Rio de Janeiro (Caerj), onde trabalha, usando uma saia da esposa no lugar da calça.

De acordo com o servidor, apesar do estranhamento do porteiro no início, o coronel da Polícia Militar responsável pelo local até que foi ponderado e sensato, permitindo a entrada do homem no prédio. "De saia pode!", disse ao Extra. "Já tenho mais curtidas no Facebook do que amigos! Foi tudo simples e rápido de resolver. As pessoas acabam obedecendo regras que não sabem de onde veio. Venho sempre de bicicleta e resolvi simplificar. Estamos sem ar-condicionado e, mesmo com esse calor, o problema não foi solucionado."

Faltando ainda ao menos dois meses para o fim do calor, André já pensa em aderir a peça como uniforme de trabalho. O homem de saia também relata o drama vivido por ele e seus colegas, que tiveram os ventiladores comprados por rateio roubados e chegam a passar mal com as altas temperaturas. "Uma funcionária da minha sala desmaiou hoje e ainda por cima não tinha socorrista. A saia foi uma solução, já que de outro jeito não há condições de trabalhar."

Fonte: Pop
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...