domingo, 14 de junho de 2015

Pesquisadores encontram destroços de navio negreiro português na África do Sul



Pesquisadores do National Museum of African American History and Culture anunciaram nesta terça (2) a descoberta de destroços de um navio negreiro na região costeira da Cidade do Cabo, na África do Sul.

A embarcação portuguesa São José Paquete África, deixou Lisboa em abril de 1794 com destino a Moçambique, onde os traficantes compravam escravos.

Abastecido com mais de 400 negros, partiu em dezembro rumo ao Maranhão, onde a mão-de-obra seria vendida a lavoura açucareira. Naufragou 24 dias depois, durante uma tempestade, quando se chocou com pedras na costa da Cidade do Cabo

Os pesquisadores estimam que 212 escravos morreram no naufrágio. Um número semelhante de cativos conseguiu sobreviver, assim como a tripulação e o capitão português, cujos registros serviram de base para pesquisa histórica.

Esta foi a primeira vez que pesquisadores encontram destroços de um navio negreiro que naufragou com pessoas escravizadas.

A descoberta foi fruto de uma colaboração entre o NMAAHC, o museu sul-africano Iziko e mais cinco instituições que fazem parto do projeto Slave Wrecks Project.

"O São José é muito significativo porque representa uma das primeiras tentativas de trazer escravos da África Oriental no comércio transatlântico de escravos -- uma manobra decisiva em prolongar este trágico negócio por décadas", disse Loonie Bunch, diretor no NMAAHC, em comunicado escrito.

"Localizar, documentar e preservar esta herança cultura por meio do São José tem o potencial de remodelar nosso entendimento de uma parte da história", finalizou.


Fonte: Brasil Post
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...