domingo, 13 de abril de 2014

Os misteriosos tubos de ferro da Bacia de Qaidam


Oopart (Out Of Place ARTifact – Artefato Fora de Lugar) é um termo aplicado a dezenas de objetos pré-históricos encontrados em vários lugares ao redor do mundo que, dado o seu nível tecnológico, estão completamente em desacordo com a idade determinada através suas características físicas, químicas e/ou geológicas. Os Ooparts muitas vezes são frustrantes para os cientistas convencionais, e um prazer para os investigadores aventureiros e pessoas interessadas em teorias científicas alternativas.

Em 2002, uma equipe de cientistas se aventurou em uma viagem à Província de Qinghai na China para investigar misteriosos dutos de metal encontrados na Bacia de Qaidam (Qaidam Basin).

Os investigadores descobriram que estas tubulações devem ter sido fabricadas em um passado remoto, num momento em que a humanidade possuía uma tecnologia muito primitiva. Moradores locais, no entanto, acreditam que essas relíquias são o produto de uma cultura extraterrestre.

Enquanto muitas seções e pedaços de tubo podem ser encontrados espalhados por toda a área, algumas dessas peças estão localizadas no pé do Monte Baigong, em uma estrutura piramidal com cerca de 200 metros de altura. A pirâmide tem três cavernas com formas triangulares.

Enquanto duas das cavernas desmoronaram, a terceira apresenta um tubo de metal com cerca de 16 centímetros de diâmetro. Um segundo tubo de igual diâmetro borra para fora da montanha embaixo da terra.

Na entrada da caverna tem cerca de doze tubos de 4 a 15,7 polegadas de diâmetro. Os investigadores dizem que estas peças oferecem algumas evidências sobre a forma como os tubos estavam reunidos.

Mais pedaços de tubos de ferro podem ser encontrados nas margens do lago Toson, a cerca de 260 pés da caverna, espalhados entre areia e rochas. Estes tubos são orientados na direção leste e oeste, e têm diâmetros entre 0,08 e 1,8 polegadas.

Os tubos do lago apresentam várias aberturas diferentes, com a menor sendo tão estreita quanto um palito. Alguns deles têm aberturas que ficam bem na superfície e outras são encontradas abaixo.

No entanto, eles não estão obstruídos, apesar de ter passado um número incontável de anos na água e areia. Então, quem iria construir tal sistema tão elaborado de tubos e qual a função deles?

Qin Jianwen, chefe do departamento de publicidade do governo de Delingha, disse ao China’s People’s Daily que altas altitudes e o clima severo tornam a área praticamente inóspita.

No entanto, ele observou que essas mesmas condições também tornam o local perfeito para a realização de pesquisas astronômicas, como indica o grande radiotelescópio da Academia Chinesa de Ciências encontrado nas proximidades.

Alguns pedaços de estranhos tubos de metal foram levados para uma oficina de fundição local na esperança de que eles dariam aos investigadores uma melhor compreensão da liga utilizada na fabricação dos tubos.

A analise química mostrou que 30% dos tubos são compostos por óxido férrico e uma grande parte é composta de dióxido de silício e óxido de cálcio. Oito por cento do metal dos tubos não puderam ser identificados.

De acordo com os especialistas, a grande quantidade de dióxido de silício e oxido de cálcio encontrados nos tubos é resultado de uma interação entre o ferro e a areia.

Isso é algo que poderia ter ocorrido apenas se os tubos fossem feitos há muito tempo, numa época em que o homem não deveria ter tal tecnologia para criar tais coisas.

A área do Monte Baigong é bastante remota. Não tem nenhum desenvolvimento industrial ou urbano; os únicos habitantes são os pastores nômades que vivem ao norte da montanha.

Isso nos deixa a pensar se este elaborado sistema de tubos foi criado por aliens, por uma avançada civilização humana do passado ou se ele é produto de uma origem menos misteriosa. Enquanto os moradores possuem suas próprias teorias sobre o assunto, cientistas ainda não deram uma conclusão.

Fonte: Epoch Times
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...