quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Crânios deformados de mais de mil anos intrigam pesquisadores no México


Um antigo cemitério no México, descoberto em 1999, mas que apenas recentemente foi investigado, revelou resto de esqueletos, alguns deles com impressionantes deformações na cabeça, com formato de cone, que lembram os aliens de alguns filmes de Hollywood.

Estes restos humanos foram descobertos no estado mexicano de Sonora, em uma área conhecida como "El Cementerio", quando trabalhadores encontraram artefatos antigos, acidentalmente, ao fazer a escavação para um sistema de irrigação. Os ossos foram datados entre 940 d. C e 1308, o que faz com que eles tenham em torno de 1.000 anos de idade.
"Este foi um cemitério hispânico, com 25 crânios, e 13 deles têm cabeças deformadas", disse Cristina Garcia Moreno, pesquisadora da Universidade Estadual do Arizona, que trabalhou no projeto, em entrevista à ABC News. "Nós não sabemos porque esta população, especificamente, teve suas cabeças deformadas".

A deformação de crânio é um ritual documentado entre muitos grupos indígenas da região sul da América Central e América do Sul, mas esta é a primeira vez que são encontrados indícios desta prática tão ao norte. Acredita-se que as deformações eram realizadas em bebês, pois eles possuem os ossos da cabeça mais maleáveis, o que facilitaria a colocação de placas ao seu redor para fazer o “molde” da cabeça no formato de cone, o poderia levar vários meses, acreditam pesquisadores.

Fonte: Seu History
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...