segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Cientista descarta ação de ETs em Prudentópolis


Um dia após o ufólogo Ademar José Gevaerd afirmar que a evidência é forte e “que algo de muito grande está por vir”, o cientista Jorge Quillfeldt trouxe uma visão mais cética.

Os misteriosos círculos de Prudentópolis, na região centro-sul do estado, continuam dando o que falar mesmo quatro dias após o seu aparecimento em uma plantação de trigo.

Um dia após o ufólogo Ademar José Gevaerd afirmar que a evidência é forte e “que algo de muito grande está por vir”, o cientista Jorge Quillfeldt, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), trouxe uma visão mais cética em entrevista à Banda B na sexta-feira (9) e afirmou que o desenho não passa de “agrovandalismo”.

Professor do departamento de Biofísica da UFRGS e coordenador da disciplina de Exobiologia, Quillfeldt estuda com frequência a possibilidade de que exista vida extraterrestre e garante que, devido a falta de provas, não podemos designar o desenho como evidência.

“Já estamos acostumados a ver o nome ciência ser empregado assim. A ufologia é uma pseudociência e eles alegam que essa alteração foi feita por extraterrestres, mas o terráqueo que fez com certeza está se divertindo com a repercussão sensacional”, disse.

Denominados pelos ufólogos como “agroglifos” no Brasil, as marcas em plantações se tornaram famosos a partir da década de 1980, mas para Quillfeldt, isso tudo é arte.

“Toda a notícia é muito divertida, sem dúvidas, já que mais uma vez um grupo se dedicou a fazer essa geoart ou arte em cereais. A técnica na verdade é bastante simples, já que consiste em um bastão no centro para se traçar o circulo, como aulas de geometria mesmo. Depois se faz algo mais avançado. Não sabemos se o agricultor sabe como foi feito, se quer se promover midiaticamente, mas isso não é evidência como os ufólogos pregam”, afirmou.

Por outro lado, também em entrevista à Banda B, o ufólogo Ademar Gevaerd disse que “algo muito grande está para acontecer” e que não há possibilidade de um ser humano ter produzido o desenho.

“Esse evento é inusitado e estamos buscando respostas. Acreditamos que se trata de uma mensagem vinda de uma sociedade espacial mais avançada. Estamos lidando com alguma inteligência superior, que começou a deixar mensagens há mais de 40 anos em nosso planeta”, explicou.

Quillfeldt questiona ainda, na hipótese de se fazer uma análise, o porquê da nave decidir pousar ali. “Por que tão escondido e sem deixar outras provas além de derrubar o trigo. Se eles são tão mais avançados, por que precisam causar esse dano com o trigo, que nada tem a ver com a história”, ironizou.

Fonte: A Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...