sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Réptil marinho de 70 milhões de anos identificado na Rússia


A análise de fragmentos ósseos fossilizados encontrados ao sul dos Urais permitiu identificar uma nova espécie de réptil marinho de 70 milhões de anos, anunciou à AFP um paleontólogo russo.

"Esta descoberta é primordial porque os fragmentos, numerosos e em relativo bom estado, indicam que se trata de um espécime único", declarou Vladimir Efimov, presidente da sociedade russa de paleontologia para a região de Ulianovsk, ao sudeste de Moscou.

Encontrados na região de Orenburgo, ao sul dos Urais, os fragmentos fossilizados permitiram "a descoberta de uma nova espécie, única e ainda desconhecida para a ciência", afirmou à AFP Julien Benoit, pesquisador da Universidade de Montpellier 2.

"Esta é a primeira vez que acontece uma descoberta de tal magnitude em uma região tão oriental", destacou.

O réptil foi descoberto em 2012 por integrantes de um clube de jovens geólogos da região de Orenburgo, que desenterraram parte do esqueleto antes da chegada ao local de uma equipe de cientistas profissionais.

A análise dos ossos pode permitir uma compreensão sobre a evolução da espécie e seu entorno no período do Cretáceo, segundo Efimov.

Os cientistas russos pretendem batizar a nova espécie como "Polycotylus Sopotsko", em homenagem à diretora do clube de jovens geólogos.

Fonte: Yahoo!
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...