sábado, 17 de agosto de 2013

Presença humana em Cuba data de 10 mil anos atrás

A presença do ser humano em Cuba data de 8.000 a 10 mil anos atrás, muitos milhares de anos depois que outras partes da América.

Os primeiros povoadores chegaram do continente para a ilha após "arriscadas travessias marinhas", afirmam arqueólogos.

"Até o momento foram localizados mais de 3.200 sítios arqueológicos aborígenes" na ilha, reportou a agência cubana Prensa Latina, citando dois especialistas do Instituto Cubano de Antropologia, que prepara um Censo Arqueológico Aborígine de Cuba.

"A presença humana aborígene em Cuba data hipoteticamente de 8 a 10 mil anos atrás, após um povoamento tardio e posterior" ao da América, iniciado "aproximadamente 39 mil anos atrás", acrescentou a agência, segundo os arqueólogos José Jiménez Santander, encarregado do Censo, e Alfonso Córdova, chefe de Arqueologia do Instituto de Antropologia.

Arqueólogos cubanos tinham dito há cinco anos que os primeiros habitantes de Cuba chegaram à ilha há 7.000 anos. Os primeiros homens, segundo a agência, chegaram a Cuba "após arriscadas travessias marinhas desde o continente".

"Dos sítios arqueológicos encontrados em Cuba, alguns serviram de habitações, pela presença de restos de comida e do fogão, junto com outras evidências de instrumentos de trabalho e dejetos, que dão conta que ali viveram durante algum tempo essas comunidades antigas", disse Jiménez.

"Outros atuaram como paradeiros, pois são áreas também com evidências, mas não de vida prolongada, feitas sobretudo por comunidades nômades que se movimentavam periodicamente, mas repetiam as estâncias; assim como cavernas habitadas", afirmou Jiménez.

Ele acrescentou que na ilha "há vestígios do uso de cavernas para cerimoniais, cemitérios, áreas de enterros, estações de pinturas rupestres, sambaquis (...); oficinas de conchas para fazer vasilhas, formas e outros objetos".

Há cinco anos, antropólogos da Universidade de Havana disseram que os aborígines mais antigos de Cuba e das Antilhas Maiores viveram há 7.000 anos na região de Canímar Abajo, perto do famoso balneário de Varadero, 140 km ao leste de Havana.

Este sítio arqueológico, com mais de 100 resíduos de aborígines, foi descoberto ao acaso, dentro de um camping em 1984, quando alguns funcionários fizeram um buraco para enterrar o lixo.


Fonte: UOL
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...