quarta-feira, 14 de outubro de 2015

A volta do Monstro de Flatwood


O Monstro de Flatwood é até hoje considerado um dos mais bem documentados casos envolvendo discos voadores e seres não identificados na Terra.

Ocorreu em 1952, em uma floresta remota dos Estados Unidos, mas aparentemente ele está de volta! Relatos recentes de visitantes da floresta afirmam que o monstro de mais de dois metros pode estar de volta e os pesquisadores de aliens já correm para o lugar.

O Monstro de Flatwood foi uma aparição sinistra nos anos 50, com o corpo inteiramente preto e o rosto que brilhava. As informações são de relatos de testemunhas que estavam na floresta de Flatwood no momento da aparição.

As testemunhas são os irmãos Edward e Fred May e o amigo deles Tommy Hyer, com idades entre 10 e 13 anos. No início da manhã do dia 12 de setembro de 1952, eles relataram para moradores locais como um objeto brilhante cruzou o céu.

Menos de 20 minutos depois, e antes de fazendeiros locais chegarem, eles testemunharam a chegada do Monstro. "Ele era todo preto, com partes da cabeça brilhando intensamente", afirmou.

Segundo eles, "braços longos e aparentemente pegajosos" também se projetavam a frente do corpo do monstro. A aparição virou uma espécie de lenda local e incitou um monte de histórias acerca dos discos voadores que apareciam na região.

Alguns disseram que o formato parecia ser uma coruja, mas não existe coruja com esse tamanho. No alto da montanha do avistamento, as crianças e o fazendeiro G. Bailey Fisher subiram uma montanha e relataram ter visto uma "grande bola de fogo" que pousou a cerca de 15 metros deles.

Outras seis pessoas nas proximidades também afirmaram ter visto seres similares nas proximidades do local do avistamento. Duas semanas depois, todos ficaram com uma doença misteriosa que envolvia convulsões e queimaduras inexplicáveis na pele.

Os militares foram chamados a região, mas não descobriram muita coisa, os avistamentos já tinham acontecido. Quase 50 anos depois, em 2000, uma investigação extensa de um Comitê Cético e Científico soltou um relatório considerado simplesmente furado.

Na teoria deles, o tal avistamento era de uma coruja grande, ampliada por sinalizadores que seriam as luzes vermelhas e um meteoro que explica a luz no céu.

As vítimas e testemunhas consideraram o relatório como furado, uma vez que "têm certeza" que não era uma coruja. Em 2010, uma década após a divulgação do relatório, uma nova aparição chegou ao local. Mais cinco pessoas afirmaram terem visto o chamado "Homem-Mariposa" e as pessoas ficaram assustadas.

Porém, mais uma vez, as autoridades afirmaram que não possuem evidências que mostram a presença de alienígenas no local.

Fonte: R7
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...