segunda-feira, 4 de maio de 2015

Enigma da Pirâmide de Quéops é decifrado


Após dez anos de pesquisas, o arquiteto catalão Miguel Pérez-Sánchez concluiu uma reconstrução computadorizada da Pirâmide de Quéops, cuja incrível exatidão permitiu que ele conseguisse solucionar enigmas ancestrais.

Para o investigador, a análise fez com que ele entendesse que a pirâmide era “uma espécie de enciclopédia do saber de seu tempo”. Esta é a primeira vez que conhecemos sua forma exata e, portanto, temos uma leitura mais profunda de suas referências e do sistema matemático que representava.

A reconstrução mostra que a pirâmide era coroada por uma esfera de 2,7 metros de diâmetro, a qual simbolizava o olho de Hórus e indicava a distância proporcional do Sol em relação a Sirius, a estrela mais brilhante do céu.

O nível de imprecisão do projeto tridimensional da Grande Pirâmide é de apenas quatro decimais, ou seja, tem uma precisão cem vezes maior que a normal, em forma de construção arquitetônica.

Isso permitiu que fossem detectados padrões mais confiáveis, como o fato de a superfície da pirâmide ser 100 mil vezes o número Pi (µ).

Dessa forma, um novo e mais profundo estudo dessa construção histórica confirma que a sociedade egípcia possuía conhecimentos científicos extraordinariamente avançados para a época.

Fonte: History
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...