quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Criaturas mitológicas aterrorizam diferentes países do mundo


Assim como existem diversos mitos, também há muitas pessoas que acreditam neles e juram que são reais; conheça alguns exemplos.

Toda cultura tem os seus seres mitológicos. No Brasil, temos histórias como a do Saci ou da Mula-sem-cabeça. Nos outros países, isso não é diferente.

Porém, assim como existem diversos mitos, também há diversas pessoas que acreditam neles e juram que são reais. O jornal Huffinton Post listou algumas das histórias que fazem sucesso em outros países.

Segundo a publicação, cerca de 54% dos islandeses acreditam na existência de criaturas conhecidas como Huldufolk. Eles seriam espécies de elfos do tamanho de seres humanos, mas invisíveis.

Na Escócia, a lenda do monstro do Lago Ness - mencionada pela primeira vez no século VI - segue sendo passada de geração para geração.

Em 1969, um submarino vasculhou as profundezas do Lago Ness, em uma viagem patrocinada pela World Book Encyclopedia, para tentar localizar o animal. Nada foi encontrado. Mesmo assim, a região é alvo de turismo cultural por conta do mito.

Em Porto Rico, o Chupa-cabra amedronta os menos céticos. A lenda começou quando, em 1995, oito ovelhas foram encontradas mortas.

Segundo o mito, o animal teria 3 metros de altura e teria quatro patas. Mesmo depois de registros de sua presença em diversas localidades, o Chupa-cabra é alvo de dúvidas para cientistas. Segundo eles, o animal que matou as ovelhas seria um coiote, doente de sarna.

Em New Jersey, nos EUA, existe a lenda do Diabo de Jersey, uma criatura com cabeça de cabra, asas de morcego, pernas de cavalo e estatura de um canguru. Embora seja considerado folclore por muitos, existem grupos que juram que o animal existe e um site já foi criado para narrar os diversos encontros com a fera.

Em toda a Europa, a existência das fadas é sustentada por diversas pessoas. De acordo com a lenda, quando uma criança diz que fadas não existem, uma delas morre.

Em 1999, irlandeses pararam a construção de uma auto-estrada porque exigia a queda de um pinheiro. Neste pinheiro, acreditava-se que as fadas se encontravam rotineiramente.

Fonte: Terra
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...