quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Após mapeamento a laser, caverna chinesa ganha título de maior do mundo

 
 

Câmara subterrânea tem volume de 10,78 milhões de metros cúbicos, o equivalente a quatro pirâmides de Quéops.

A caverna Miao Room foi descoberta em 1989 por um time de geólogos chineses e europeus e sempre impressionou pelas suas dimensões.

Acessível apenas por uma série de túneis subterrâneos, a formação passou por testes recentes com modernos equipamentos a laser e os resultados surpreenderam. Com volume de 10,78 milhões de metros cúbicos — equivalente a quatro pirâmides de Quéops —, a câmara assumiu o título de maior do mundo.

— Para mim, é como descobrir que o monte K2 é maior que o Everest — comentou Tim Allen, colíder da expedição em entrevista à National Geographic.

A descoberta foi apresentada durante o fim de semana durante a Conferência Nacional de Cavernas do Reino Unido, realizada no condado de Staffordshire, na Inglaterra.

O volume da câmara da Miao Room superou em cerca de 10% a Sarawak Chamber, na Malásia, que mantinha o título até então. Entretanto, a caverna malaia continua sendo a maior em área, com 154,5 mil metros quadrados.

O mapeamento, realizado no ano passado, foi o primeiro realizado com sistemas a laser. Para fazer a nova estimativa, pesquisadores reprocessaram resultados com a participação de especialistas da universidade britânica de Lancaster.

A equipe também apresentou novas medições realizadas com o mesmo equipamento de outras duas enormes cavernas no sul da China, a Titan Chamber e a Hong Meihui Chamber, assim como da própria Sarawak Chamber.

Fonte: O Globo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...