quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Estudantes de primário desenterram presilha de 4 mil anos


Descoberta arqueológica foi feita nas proximidades de escola na região de Cumbria, no noroeste da Grã-Bretanha.

Um grupo de alunos da escola primária Alston, no norte da Grã-Bretanha, desenterrou uma presilha dourada de aproximadamente 4 mil anos.

O grupo participava de um projeto de arqueologia fazendo escavações na cidade de Kirkhaugh, quando encontrou um objeto brilhante.

Uma das crianças, Joseph Bell, de 7 anos, afirmou que começou a "dançar de alegria" quando viu o ouro.

O ornamento, datado de cerca de 2.300 a.C. foi encontrado em uma tumba, ao lado de três pontas de flechas e um botão negro.

A peça mede 3,3 cm e foi manufaturada na Idade do Bronze. Acredita-se que tenha pertencido a um ferreiro que teria viajado para a Grã-Bretanha em busca de ouro e cobre.

"Quando vi o objeto, fiquei feliz, mas pensei que fosse plástico. Quando descobrimos que era ouro, fiquei muito feliz", afirmou Luca Alderson, de 8 anos.

Acredita-se que a presilha forme par com outro ornamento encontrado na região de Kirkhaugh em uma escavação de 1935.

"Qualquer sítio arqueológico é importante de alguma maneira, mas este é excepcional", afirmou Paul Frodsham, coordenador do projeto North Pennines AONB com os alunos de escola.

"Essa área pode ser vista como o início da exploração mineral nesta área, que acabou atraindo para cá a exploração romana de chumbo e prata, e mais tarde, no período pós-medieval, a enorme indústria de chumbo que fez da região famosa internacionalmente."

A expectativa agora é de que o adereço dourado seja levado para um museu em Newcastle, onde deverá ser exposto ao lado da presilha encontrada em 1935.

Fonte: Terra
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...