domingo, 27 de julho de 2014

Cientistas afirmam saber a origem do buraco misterioso na Sibéria


Há alguns dias, uma equipe de cientistas do Instituto da Criosfera da Academia de Ciências da Rússia e do Centro de Investigações do Ártico realizou uma mobilização até um misterioso buraco siberiano descoberto recentemente. O objetivo foi tirar as primeiras conclusões sobre sua origem.

A principal hipótese é de que o enorme fosso surgiu como consequência de um acúmulo de gás de xisto embaixo da terra. Em primeira instância, mediante um estudo de radiação, os pesquisadores descartaram a presença de qualquer radiação perigosa na área.

Por esse mesmo motivo, entre outros, os cientistas consideram pouco provável que tenha havido uma explosão nuclear derivada da queda de um meteorito. Cabe destacar que ao redor da cratera não foi encontrado nenhum rastro de carbonização por exposição a altas temperaturas.

Ao explorar as proximidades, foi possível descobrir que os pedaços de terra que foram expulsos durante o fenômeno se encontram a aproximadamente 120 metros das bordas do fosso.

Assim, tecnicamente, os cientistas descrevem a origem do buraco siberiano como o resultado de um acúmulo de gás de xisto embaixo da terra, que chegou a superar a pressão que continha, produzindo uma enorme explosão, sem aparição de fogo. É um fenômeno muito similar às explosões que acontecem nos campos de petróleo do mundo todo.

Fonte: History
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...