quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Desmaio coletivo em escola britânica intriga especialistas


Equipes de resgate foram chamadas às pressas depois de 40 alunos ficarem doentes simultaneamente 'em auditório abafado'; aluno descreveu ocorrido como 'efeito dominó'.

Mais de 40 alunos de uma escola no Reino Unido teriam ficado doentes simultaneamente, e muitos deles desmaiado, no que foi descrito como um "efeito cascata" por médicos e autoridades locais. Equipes de resgate foram chamadas às pressas e afirmaram não ter encontrado substâncias tóxicas no local.

O episódio, ocorrido na quarta-feira em Ribon, no norte da Inglaterra, começou quando quatro alunos desmaiaram em um auditório "abafado", segundo relatos, durante a comemoração do Remembrance Day (Dia da Lembrança), quando o Reino Unido presta homenagens aos soldados do país mortos e aqueles ainda em combate pelo mundo.

Entre as causas apontadas para o desmaio coletivo estão desde vazamento de gás até pesticida. As investigações ainda não foram concluídas. Mas o que poderia ter provocado o incidente?

O National Health Service (NHS ou o SUS britânico) lista várias motivos para o desmaio, que é causado por uma redução temporária do fluxo de sangue para o cérebro.

As razões incluem um mau funcionamento do sistema nervoso, que pode ser causado por um "gatilho externo" tal como uma visão desagradável ou calor. Uma baixa pressão sanguínea pode ser outro fator, possivelmente resultado da desidratação, assim como problemas cardiovasculares, permanecer de pé por tempo prolongado ou estresse emocional.

Nenhuma substância tóxica ou gases foram detectados no local. Um bombeiro afirmou que o auditório estava abafado e que, quando as primeiras crianças desmaiaram, um "efeito em cascata" fez com que outras também desfalecessem. Um aluno descreveu o episódio como "um efeito dominó".

Uma das razões pode ter sido um desejo subconsciente de fazer parte do "grupo", explica Mark Hamilton, clínico geral de Manchester. "É uma questão de pertencimento coletivo", mesmo em momentos ostensivamente desagradáveis, acrescentou. "É o mesmo tipo de técnica usada por um hipnotizador com um grupo. É uma reação em cadeia".

Não há casos similares registrados na cidade. Em 1965, uma epidemia de "excesso de respiração" ocorreu em Blackburn, também no norte da Inglaterra, com 85 meninas. Elas foram encaminhadas ao hospital com sintomas que incluíam desmaio e tontura.

Ansiedade, vírus, intoxicação alimentar e vazamento de gás são possíveis causas para o que aconteceu em Ribon, mas nada foi provado até agora. Outra suposição seria uma "histeria coletiva" relacionada a um recente surto de pólio na cidade.

No início deste ano, quase 200 operárias de uma fábrica de roupas no Camboja foram hospitalizadas após desmaiarem simultaneamente em duas fábricas diferentes. Condições precárias de trabalho, incluindo fumaça, foram apontadas como as supostas causas, mas o governo minimizou o ocorrido. Também neste ano, 30 crianças desmaiaram durante um ensaio de uma peça teatral na escola dos Estados Unidos, em um incidente atribuído à "histeria coletiva".

Sandi Mann, psicóloga na Universidade de Central Lancashire, traça um paralelo entre os dois episódios. Ela disse acreditar que o Dia da Lembrança teria criado um atmosfera emocional "intensificada". Segundo a psicóloga, a primeira pessoa a desmaiar teria provocado ansiedade no grupo, já que a causa ainda não é conhecida.

Isso teria provocado o desmaio da segunda criança e assim por diante, num "efeito cascata". Aqueles alunos com uma tendência maior ao desmaio teriam desfalecido, enquanto outros reagiram de forma diferente ao estresse, vomitando, por exemplo.

"É fácil se deixar contagiar pela emoção", explica Mann, que escreveu um livro sobre ataques de pânico. Quatro em cada dez pessoas já desmaiaram pelo menos uma vez na vida. Isso normalmente ocorre pela primeira vez durante a adolescência e afeta mais mulheres do que homens.

Mas a dimensão do incidente em Ripon surpreendeu Farrah Sheikh, médica de Manchester. "O desmaio tem causas médicas", diz ela. "Algumas vezes se você se levanta muito rápido ou o quarto está muito quente, isso pode acontecer, mas eu nunca vi algo nessa proporção".

"E, como aconteceu pela manhã, as crianças não tinham almoçado, então não poderia ser intoxicação alimentar. É tudo muito estranho".

Fonte: IG
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...