quarta-feira, 17 de junho de 2015

Arqueólogos descobrem igreja de 1.500 anos para viajantes que iam a Jerusalém


As autoridades arqueológicas de Israel anunciaram na quarta-feira que encontraram uma igreja bizantina de 1.500 anos de idade que atendia aos viajantes que se dirigiam a Jerusalém, informaram hoje fontes oficiais.

A descoberta foi feita perto da cidade árabe de Abu Gosh durante as escavações de ampliação da Rodovia 1, que liga Jerusalém a Tel Aviv, informou a assessoria de comunicação da Autoridade de Antiguidades de Israel (AAI).

Segundo os especialistas, trata-se de uma igreja que fazia parte de um complexo de uma parada na estrada para os viajantes que se deslocavam entre Jerusalém e a costa mediterrânea.

Está situada perto de uma fonte de água conhecida em árabe como Ein Naqa, nos arredores da atual cidade de Bet Neqofa. A igreja tem 16 metros de comprimento, uma capela lateral de 6,5 por 3,5 metros, com piso de mosaico branco, um batistério em formato de árvore de quatro folhas e paredes que já estiveram decoradas com afrescos.

Em um dos quartos adjacentes ao templo cristão foram encontradas grandes quantidades de azulejos de cerâmica e lâmpadas de óleo, moedas, copos de vidro, fragmentos de mármore e conchas de madrepérolas.

Annette Nagar, diretora da escavação, disse que o complexo foi construído ao lado da estrada que levava a Jerusalém, provavelmente no período romano.

"Esta parada de estrada deixou de ser utilizada no final do período bizantino, mas a via que existe a seu lado foi renovada e continuou sendo utilizada até os tempos modernos", detalhou Annette na nota.

Fonte: Terra
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...