sábado, 1 de novembro de 2014

Rato de mais de 600 anos, que transmitiu peste negra na Europa, é encontrado intacto


Construtores trabalhavam em uma casa em ruínas quando ficaram chocados ao encontrar um rato morto, perfeitamente conservado, atrás de uma escada no terraço do local, em Penryn, na Inglaterra.

Especialistas acreditam que o rato esteja no local por mais de 600 anos, sendo um dos milhões de ratos que transmitiram a peste negra, que matou metade da população da Europa no século 14.

A criatura assustadora está agora em exposição no Museu Penryn, em Cornwall, e os funcionários têm o descrito como um “tesouro precioso”, apesar de seu passado sombrio.

Rato mumificado de mais de 600 anos foi encontrado intacto. Ele supostamente teria sido um dos milhões de animais que transmitiram a peste negra na Europa.

O município foi duramente atingido durante a pandemia entre os anos de 1.346 e 1.353, com a cidade de Bodmin perdendo 1.500 pessoas, cerca de metade de seus moradores.

Shirley Richards disse: “É incrível encontrar o esqueleto exatamente como estava depois de todo esse tempo. Ele ainda tem bigodes e seus dentes. As crianças acham fascinante e consideramos que é um dos nossos tesouros mais valiosos.”

Fonte: Gadoo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...