domingo, 7 de setembro de 2014

Esqueleto encontrado com os pés cortados revela medo dos mortos vivos de antiga civilização


Aparentemente, há 700 anos, o medo de espíritos malignos era uma realidade. Durante escavações realizadas para a construção de um oleoduto de 64 km, em West Knoyle, na Inglaterra. foram achados os restos de um esqueleto feminino.

E apesar de não serem incomuns as descobertas relacionadas à Idade do Ferro, a natureza destes restos fósseis é bastante intrigante, já que os pés da mulher morta foram cuidadosamente cortados e sepultados próximo aos restos de seu corpo e, sobre sua cabeça, havia cadáveres de cabras e ovelhas.

O esqueleto humano foi encontrado ao lado dos restos de uma criança de aproximadamente 10 anos e dos de homens com ferimentos de espada aparentes nos quadris.

“Acredito que esse cemitério seja marcado pelas mortes difíceis. Provavelmente, os moradores locais estavam preocupados com as circunstâncias em que as pessoas enterradas haviam morrido”, diz Melanie Giles, professora titular de arqueologia da Universidade de Manchester.

Os especialistas especulam sobre o que poderia ter causado a morte dessa mulher durante o parto: lesões violentas ou mesmo uma doença. De qualquer forma, a descoberta deixa evidente que havia algum tipo de medo por parte de seus vizinhos vivos, temerosos diante da possibilidade de que ela ressuscitasse e se voltasse contra a comunidade.

E, para evitar isso, cortaram seus pés, de modo que, na pior das hipóteses, não pudesse andar. Por fim, proveram o cadáver com comida suficiente para anular as possibilidades de um despertar faminto.

Fonte: History
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...