domingo, 13 de julho de 2014

Top 35 ruínas mais visitadas no mundo


Herança de grandes civilizações antigas, as ruínas servem para nos fazer sentir a força da história, em vestígios que muitas vezes datam de milhares de anos atrás. Gregos, romanos, incas e maias são alguns dos que aparecem nesta lista de ruínas mais visitadas do planeta elaborada pelo site da revista americana de turismo Travel and Leisure.

1) Grande Muralha, China
A Grande Muralha da China se estende por mais de 20.000 Km, numa das construções mais impressionantes jamais criadas pela humanidade. Uma de suas partes mais bonitas pode ser visitada a pouco mais de 100 quilômetros de Pequim. A maior parte da muralha foi erguida durante a Dinastia Ming, entre os séculos XIV e XVII, mas estima-se que as primeiras partes tenham sido construídas ao redor do ano 770 a.C.

2) Coliseu de Roma, Itália
Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e verdadeiras lutas sangrentas entre gladiadores. A construção é um dos principais cartões postais da capital italiana.

3) Fórum Romano, Itália
Grande praça que funcionava como mercado e centro de governo, o Fórum foi o centro social de Roma por mais de mil anos. Os tempos movimentados ficaram para trás, mas a grandiosidade das ruínas, templos e colunas, ainda preservam seu brilho, no coração da metrópole.

4) Guerreiros de Xian, China
Descobertos em 1974 , os Guerreiros de Xian são mais de 700 esculturas de terracota representando soldados, além de 400 cavalos e 100 charretes. As esculturas foram encontradas no entorno do mausoléu do primeiro imperador chinês, perto da cidade de Xian, no centro da China. Cada uma das estatuas tem sua particularidade, com traços e expressões diferentes.

5) Pirâmides de Gizé, Egito
Símbolo do Egito e de seu passado glorioso da época dos faraós, as Pirâmides de Gizé fazem parte das Sete Maravilhas originais. Erguidas há mais de 4.500 anos, as pirâmides ainda escondem muitos mistérios e são visitadas anualmente por milhões de turistas. Elas ficam na periferia da cidade do Cairo, capital do país.

6) Pompéia, Itália
No ano de 79 d.C. a erupção do vulcão Vesúvio lançou grandes quantidades de lava, que cobriram totalmente a cidade de Pompéia. Em uma distância de apenas 20 km de Nápoles, as ruínas deixadas pela catástrofe se mantiveram ocultas por mais de 1.600 anos, até sua descoberta em 1749.
Os vestígios da antiga cidade da época dos romanos se mantiveram preservados e, o que é mais impressionante: os corpos foram envoltos pela lava na posição exata do momento de sua morte.

7) Acrópole de Atenas, Grécia
Símbolo máximo da Grécia, a Acrópole tem monumentos históricos a uma altura de 150 metros, sobre uma colina de Atenas. Palco do nascimento da democracia e dos debates que incluíram grandes filósofos como Sócrates e Platão, a cidadela abriga ainda um museu, próximo do Partenon, o mais famoso de todos os monumentos.

8) Éfeso, Turquia
Antiga cidade greco-romana situada no litoral sudoeste da atual Turquia, Éfeso foi, por muitos anos, a segunda maior cidade do império romano, apenas atrás de Roma, e chegou a ter 250 mil habitantes no século I. Até algumas décadas atrás, as ruínas estavam relativamente esquecidas, mas elas foram restauradas e viraram um dos principais pontos turísticos da região.

9) Teotihuacán, México
Situado a 40 km da Cidade do México, o sítio arqueológico de Teotihuacán é dominado por duas pirâmides principais, a Pirâmide do Sol e a Pirâmide da Lua, com 71 e 45 metros, respectivamente. Teotihuacán, antiga cidade que viveu seu apogeu entre os séculos III e VII, também tem templos, como o de Quetzalcoatl, além de outras pirâmides menores na Calçada dos Mortos.

10) Hierápolis, Turquia
Perto dos famosos terraços de Pamukkale, no sudoeste da Turquia, a antiga cidade de Heriápolis foi fundada no século II a.C, e tem belos monumentos milenares. Um grande anfiteatro romano e banhos termais da época, que funcionam com as águas termais da região sobre antigas colunas romanas, são as principais atrações de Hierápolis.

11) Chichén Itzá, México
Importante sítio arqueológico da civilização Maia, Chichen Itzá tem numerosos vestígios imponentes, como a Pirâmide de Kukulcán e o Templo dos Guerreiros e das Mil Colunas. Situado a cerca de 200 km da Riviera Maia, o sítio de Chichén Itzá é um dos maiores pontos turísticos do México.

12) Grutas de Ellora, Índia
Situadas a 29 quilômetros da cidade de Aurangabad, no oeste da Índia, as Grutas de Ellora são um impressionante sítio arqueológico que reúne 34 grutas e templos talhados na rocha das colinas de Charanandri. São 12 templos budistas , 17 templos hinduístas e 5 templos jainistas, talhados entre séculos cinco e dez.

13) Muralha de Adriano, Inglaterra
No ano de 122 d.C. os romanos assumiram que não conseguiriam derrotar os bárbaros na atual fronteira entre a Inglaterra e a Escócia. O imperador Adriano ordenou, então, a construção de uma muralha de madeira e pedra para manter seus inimigos afastados. A Muralha de Adriano tinha então uma extensão de mais de 110 km indo de um litoral ao outro da ilha. Hoje ainda existem numerosas porções preservadas da muralha que podem se visitadas livremente.

14) Termas Romanas de Bath, Inglaterra
A pequena cidade de Bath, no sudoeste da Inglaterra, a cerca de 150 km de Londres, é conhecida por suas termas romanas, construídas em 43 d.C. O complexo foi preservado e expandido no século dezoito, misturando o estilo romano original com estilo neoclássico. Os turistas podem visitar as termas por sua beleza, mas, infelizmente, não podem entrar em suas águas.

15) Grutas de Longmen, China
Situadas no leste da China, entre duas montanhas a cerca de 13 km da cidade de Luoyang, as Grutas de Longmen têm mais de 100 mil estátuas budistas talhadas em cerca de 2 mil grutas. A beleza destas obras chinesas dos séculos V a IX é deslumbrante.

16) Stonehenge, Inglaterra
A 150 km de Londres, o sítio de Stonhenge é mundialmente conhecido por seu misterioso grande círculo de pedras gigantes, que intriga arqueólogos e cientistas até hoje. Mas Stonehenge tem também mais de 26 km² com avenidas, templos e outros vestígios que chegam a ter mais de 5 mil anos.

17) Tulum, México
O sítio arqueológico de Tulum combina impressionantes vestígios Maias com a beleza característica do Caribe mexicano. Templos, esculturas e construções antigas fazem parte do sítio de Tulum.

18) Machu Picchu, Peru
Os Incas foram uma das civilizações mais poderosas que existiram na região que é hoje conhecida como a América latina. Construída no século 15, no coração dos Andes peruanos, a 2.500 metros acima do nível do mar, a antiga cidadela de Machu Picchu é um dos principais vestígios dos Incas. Os turistas que visitam este impressionante sítio arqueológico vão embora deslumbrados com o tamanho, a beleza e a preservação das construções, complementada pela natureza ao seu redor.

19) Cânion de Chelly, Estados Unidos
Os índios Navajo viveram por cerca de 5 mil anos no cânion de Chelly e talharam suas casas nas pedras ao pé do cânion uns 800 anos atrás. Hoje, os vestígios podem ser visitados em meio às belezas naturais desta área protegida de mais de 339 km², no estado americano do Arizona.

20) Angkor Wat, Camboja
Situado a 5 km da cidade cambojana de Siem Rap, o templo de Angkor é uma das maiores maravilhas arqueológicas da Ásia. Antiga residência real do império Khmer e gigantesco templo budista, Angkor Wat tem belas torres e construções que se estendem por mais de 200 km².

21) Masada, Israel
Israel é uma terra histórica, com inúmeras marcas de culturas antigas. Construído pelo rei Herodes no topo de uma montanha a 400 metros, no meio do deserto, o palácio de Massada é um dos vestígios arqueológicos mais interessantes do país. Mosaicos romanos, frescos, paredes e termas ainda podem ser apreciados pelos visitantes no Parque Nacional de Masada, a pouca distância do Mar Morto.

22) Grutas de Mogao, China
Situadas perto da cidade de Dunhuang, no noroeste da China, as 492 grutas de Mogao foram talhadas por monges budistas ao longo de cerca de mil anos. Cinco níveis de cavernas se estendem por uma superfície de mais de 43 mil m², com cerca de duas mil belíssimas esculturas budistas.

23) Knossos, Grécia
Ilhas e vestígios arqueológicos são dois dos principais atrativos da Grécia. Ambos encontram-se combinados nas ruínas de Knossos, situadas na bela ilha de Creta. As ruínas de Knossos são as maiores da época da Idade do Bronze na região, e contam com belos frescos que representam animais marinhos.

24) Petra, Jordânia
Situada entre o Mar Vermelho e o Mar Morto, a 250 km de Amã, capital da Jordânia, a antiga cidade de Petra é uma das principais maravilhas arqueológicas do Oriente médio. Os impressionantes monumentos e construções talhados há mais de dois mil anos na rocha das montanhas da região deslumbram os visitantes.

25) Castelo de Montezuma, Estados Unidos
Apesar de seu nome, a estrutura conhecida como Castelo de Montezuma, com cinco andares e cerca de 20 quartos, nada tem a ver com o imperador Asteca do centro do México. Escondido dentro de um penhasco do leste do Arizona, o edifício é vestígio da cultura Sinagua, e foi erguido há mais de oitocentos anos.

26) Parque Nacional de Mesa Verde, Estados Unidos
O Parque Nacional de Mesa Verde ocupa uma área de mais de 200 km² no sudoeste do estado americano do Colorado. Mais de 600 casas de antigos habitantes da cultura Pueblo estão espalhadas pelo parque, construídas ao pé dos penhascos. Estima-se que as construções tenham sido erguidas entre os séculos VI e XIII.

27) Myra, Turquia
Situada no sudoeste da Turquia, a cidade Myra é o local de nascimento de São Nicolau, origem da tradição do Papai Noel, além de ter sido um local importante nos primeiros séculos da era cristã. Túmulos talhados na rocha de um penhasco, anfiteatros e uma igreja dedicada a São Nicolau fazem parte das atrações deste belo sítio arqueológico, onde também há praias muito boas.

28) Pérgamo, Turquia
Antiga cidade grega, situada no que é hoje o sudoeste da Turquia, Pérgamo era um foi um centro cultural, com uma bela Acrópole a uma altura de 250 metros acima do nível do mar. Os vestígios de Pérgamo incluem templos de mármore, um teatro, e uma grande biblioteca.

29) Troia, Turquia
A cidade lendária de Troia foi imortalizada na Ilíada por Homero, o maior poeta da Antiguidade, que relata a guerra com os gregos. Foi nesta cidade que os inimigos entraram ocultos num gigantesco cavalo de madeira dado como suposto presente - daí a expressão "cavalo de Troia". No século 19, o sítio arqueológico de Hissarlik foi descoberto, a cerca de 300 km da cidade turca de Çanakkale, e estima-se que esta cidade muralhada seja a antiga Troia.

30) Delfos, Grécia
Reverenciado pelos antigos gregos como o centro do universo, o santuário de Delfos, encontra-se no oeste da Grécia, cercado por montanhas a 15 km da cidade litorânea de Kirrha. Vestígios de mais de 2 mil anos como o templo de Apolo ou o santuário pan-helênico fazem parte de um panorama incrível, com as paisagens montanhosas ao fundo.

31) Gaochang, China
Antigo oásis e cidade da rota da seda fundada no século I a.C., Gaochang ocupou um lugar de importância cultural e econômica no deserto de Taklamalan, no oeste da China. A cidade se desenvolveu até o século 14, como centro budista e capital de um antigo reino. Hoje, muralhas, templos e construções podem ser visitados.

32) Grutas de Ajanta, Índia
Conjunto de trinta cavernas talhadas por monges há mais de 1.500 anos, as Grutas de Ajanta têm incríveis pinturas budistas e impressionam por suas construções dentro de falésias. Paredes e colunas em meio a um cenário incrível coberto de vegetação no oeste da Índia garantem uma visita inesquecível.

33) Cobá, México
Antiga cidade maia de mais de 2 000 anos no sudeste do México, Cobá chegou a ter 50 mil habitantes durante seu apogeu, entre os séculos XVI e XIV. Hoje, o sítio tem ruínas e vestígios como a pirâmide de Nohoch Much, com mais de 40 metros de altura em meio à selva, a 40 km do litoral caribenho.

34) Perga, Turquia
Antes de ser rodeada pelos subúrbios da cidade de Antália, no litoral sul da Turquia, Perga foi uma vibrante cidade por onde passou Alexandre Magno. Nos dias de hoje, os turistas conhecem vestígios desse passado na forma de ruínas de termas, teatros, fontes e colunas.

35) Herculano, Itália
Menos conhecida e melhor preservada que Pompéia, a antiga cidade de Herculano também foi coberta pela lava do Vesúvio durante a erupção do ano 79. A cidade romana, com seus banhos públicos, fontes de mármore, vilas e casas, mostra um pouco da vida há quase dois mil anos atrás.

Fonte: Terra Brasil
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...