domingo, 25 de maio de 2014

Banda sueca homenageia heróis brasileiros da Segunda Guerra

Cova feita pelos Alemães onde sepultaram os brasileiros

Três heróis brasileiros que se perderam nos livros de história. Seus restos mortais repousam atualmente no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo, Rio de Janeiro.

Esquecidos no Brasil, a história dos três mineiros Geraldo Baêta da Cruz, 28 anos, natural de Entre Rios de Minas (na época João Ribeiro), Arlindo Lúcio da Silva, de 25, de São João del Rey, e Geraldo Rodrigues de Souza, de 26, de Rio Preto, na Zona da Mata, que morreram como heróis na cidade italiana de Montese foram lembrados pela banda sueca de heavy metal Sabaton.

Muito se fala de Monte Castelo, mas Montese foi uma das batalhas mais sangrentas da Segunda Guerra. De acordo com os registros, os três pracinhas integravam uma patrulha do 11º RI de São João del Rey, Minas Gerais, que teve como esforço principal o combate em montanhas com densos campos de minas e sob o fogo cerrado das metralhadoras alemãs. Em Montese, a tenacidade, o ardor combativo e as qualidades morais e profissionais dos brasileiros foram demonstradas em seu raro espírito ofensivo, sob os fogos da Infantaria e Artilharia do Inimigo, transpondo caminhos desenfiados, neutralizando campos minados, assegurando e posteriormente, para a Divisão Brasileira, a posse definitiva dessa importante posição alemã dentro do contexto da Guerra. Em uma dessas incursões, os pracinhas mineiros se viram frente a frente com uma companhia alemã composta de aproximadamente 100 homens. Era 14 de abril de 1945. Eles receberam ordens para se render, mas continuaram em combate até ficarem sem munição e serem mortos.

O detalhe é que, em vez da vala comum, mereceram as honras especiais do Exército alemão. Admirado com a coragem e resistência do trio, o comandante alemão mandou enterrá-los e colocar, sobre a cova, uma cruz e placa com a inscrição: “Drei Brasilianische Helden” ou “Três Heróis Brasileiros”. Terminada a guerra, seus restos mortais foram trasladados para o Cemitério de Pistoia, na Itália, e depois para o Monumento aos Pracinhas. Mereceram as condecorações Medalha de Campanha (participação na guerra), de Sangue do Brasil (quando há ferimento) e Cruz de Combate (feitos de destaque).

Relembrando estes três bravos homens, o sétimo e mais recente álbum da banda em sua terceira faixa fala sobre a resistência dos três brasileiros. A faixa se chama "Smoking Snakes" e possui inclusive um trecho em português. 

A COBRA FUMOU!!!


Com trechos de: http://chicomiranda.wordpress.com/2011/07/12/tres-herois-brasileiros/
 
Apesar deste artigo ter sido inspirado em outro e possuir trechos 
do mesmo, foram realizadas modificações consideráveis. Sua reprodução é 
livre desde que seja incluída ambas as fontes. Lei n.º 9.610
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...