sábado, 5 de setembro de 2015

A Lenda do Edifício Acácia em Curitiba


Há cem anos atrás, na Praça Zacarias, existia um lugar chamado Largo da Ponte onde funcionava um quartel da polícia.

Nele, havia um soldado chamado José que tinha fama de ser mago e de pertencer a uma seita maçônica. Este militar tinha tatuado no seu ombro esquerdo: uma águia de duas cabeças, que segundo algumas lendas é um símbolo da Maçonaria.

Numa sexta – feira de noite de Lua cheia, dentro daquele quartel, um outro militar descobriu que José estava saindo com a sua namorada.

Então os dois discutiram e o rapaz traído decepou a cabeça do rival. Depois daquele crime, muitas pessoas falaram que viram um fantasma de um soldado sem cabeça.

Reza a lenda que alguns anos depois, este quartel foi abandonado e alguns empresários maçônicos compraram o local, reformaram o imóvel e lá fundaram a sede da Loja Maçônica Fraternidade Paranaense. Porém, com um detalhe interessante: eles colocaram uma águia com duas cabeças no parapeito central do edifício.

Hoje este prédio, tem o nome de Edifício Acácia e não pertence mais à Maçonaria. Mesmo assim, alguns moradores e trabalhadores do local afirmaram que viram o fantasma de um soldado sem cabeça.

Fonte: Poeira Cósmica
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...