quinta-feira, 25 de junho de 2015

Cientistas descobrem corpo de bebê em caixão de bispo mumificado no século 17



Por quase 350 anos, o bispo Peder Winstrup dividiu seu caixão em uma magnífica catedral em Lund, na Suécia, levando consigo um segredo: o corpo de um pequeno bebê cuidadosamente instalado debaixo de seus pés. As informações são do site britânico "The Guardian".

O pequeno cadáver, que acredita ser o de um bebê nascido prematuramente, foi revelado pela primeira vez quando cientistas examinaram o caixão e o corpo mumificado de Peder Winstrup, um dos mais bem preservados da Europa desde o século 17.

"Uma das principais descobertas quando realizamos a exploração foi que Winstrup não está sozinho no caixão", disse Per Karsten, diretor do museu histórico da Universidade de Lund.

"Na verdade, ele tem um companheiro, uma criança, um feto de cinco a seis meses de idade que foi deliberadamente escondido debaixo de seus pés na parte inferior do caixão."

A descoberta foi uma completa surpresa para os cientistas, que esperavam apenas descobrir uma riqueza de informações sobre a vida e condições sociais do Winstrup no século 17.

O caixão imponente na cripta da catedral havia sido aberto várias vezes e uma fotografia em preto e branco quase com um século de idade mostrou a condição notável dos restos mortais, com todas as suas roupas perfeitamente preservadas e seu rosto barbudo encolhido, mas ainda reconhecível em um retrato. As investigações anteriores não encontraram o bebê, enterrado na camada profunda das flores que enchem metade do caixão.

Testes de DNA estão previstos para saber a relação entre o bispo e o bebê. No entanto, Karsten acredita que o recém nascido, que deve ter nascido prematuramente, pode ter sido colocado ilegitimamente no caixão para dar à criança um lugar de descanso cristão.

Winstrup era cientista, teólogo e um dos fundadores da Universidade de Lund em 1666, classificada entre as 100 melhores do mundo. Ele foi nomeado Bispo de Lund em 1638, mantendo o título na diocese e transferido para a Dinamarca. Ele morreu em 1679 - provavelmente, a pesquisa revelou, de pneumonia depois de várias doenças longas e dolorosas, incluindo gota, artrite, cálculos biliares e possivelmente tuberculose.

Fonte: IG
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...