segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Buraco na camada de ozônio sobre Antártida é quase duas vezes superior à área do continente


A área do buraco na camada de ozônio, que se forma anualmente na estratosfera sobre a Antártida, é 1,7 vezes superior à área do continente gelado, segundo relata o serviço meteorológico nacional do Japão.

Este ano, o buraco apareceu sobre a Antártida, de acordo com os meteorologistas japoneses, em agosto. No final de setembro, ele começou a expandir rapidamente, atingindo 23,4 milhões de km quadrados, o que é quase 1,7 vezes maior do que a área da própria Antártida. "Apesar do fato de as restrições internacionais levarem à redução gradual da concentração na atmosfera de gases como freon, o buraco na camada de ozônio não voltaria às dimensões de 1980 até pelo menos meados deste século", destaca o serviço meteorológico do Japão.

A formação do buraco ocorre todos os anos no período entre agosto a dezembro. O fenômeno é devido à destruição da camada de ozônio sob os efeitos de gases como o freon. Registrando uma tendência positiva de redução anual do tamanho do buraco, os meteorologistas japoneses reconhecem, no entanto, que o ritmo de recuperação da camada de ozônio continua bem abaixo do desejado.

Fonte: Voz da Rússia
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...