sábado, 13 de setembro de 2014

Ingleses descobrem joias de 2.000 anos debaixo de loja de departamento


Um pequeno poço cheio de tesouros foi descoberto debaixo de uma loja de departamento em Colchester, no Reino Unido, na segunda-feira (8), de acordo com uma organização de arqueologia britânica. O local guardava joias romanas datadas de cerca de 61 d.C., período onde aconteceu um violento motim na região.

Uma instituição de caridade local que usa os recursos para promover a arqueologia na área, a Colchester Archaeological Trust, foi a responsável por encontrar os objetos durante uma escavação abaixo da Williams & Griffin, uma loja de departamento no centro da cidade.

A coleção inclui três braceletes de ouro, duas pulseiras e um colar de prata, um pequeno saco com moedas, um bracelete de prata e um pequena caixa de joias com quatro anéis de ouro e dois pares de brinco também de ouro.

Os acessórios são a primeira descoberta de metais preciosos na cidade britânica de Colchester, segundo arqueólogos, que se animaram com a descoberta por afirmarem ser raro encontrar tais metais.

Acredita-se que os objetos estejam relacionados com o período da revolta de Boadiceia, quando nativos organizaram um grande protesto contra a ocupação romana na Grã-Bretanha.

A rebelião foi brutal, e evidências arqueológicas mostram que alguns edifícios de Londres, Colchester e St Albans foram incendiados e desabaram durante os protestos, resultando na morte de muitos moradores. Os soldados do exército romano derrotaram os rebeldes e a batalha ficou marcada como uma das mais violentas contra o Império.

Os pesquisadores acreditam que o proprietário das joias, ou seus escravos, teriam enterrado os acessórios na fase inicial da revolta. O bloco do qual os acessórios foram recuperados continua a ser escavado em um laboratório de conservação e os arqueólogos seguem otimistas para encontrar mais artefatos na área.

Antes de chegarem as joias, os cientistas encontraram ossos humanos incrustados nos escombros do antigo motim na mesma área central da cidade. Dois desses ossos apresentavam sinais de cortes de espadas, o que sugere que pessoas lutaram dentro de suas casas contra o Império Romano e não resistiram. Além disso, achados como ingredientes (trigo, ervilhas e grãos) e uma prateleira de madeira usada para segurá-los também foram encontrados no imóvel.

A joia provavelmente será doada para o museu de Colchester assim que for completamente analisada por arqueólogos.

Fonte: UOL
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...