segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Laboratório astronômico de mais de 4 mil anos é encontrado por arqueólogos


Uma equipe de arqueólogos peruanos descobriu o laboratório astronômico mais antigo da América. Ele está localizado na região de Lambayeque, no norte do Peru, e teria, aproximadamente, 4 mil anos.

A descoberta foi feita no prédio do complexo arqueológico de Licurnique, onde os especialistas encontraram um petróglifo, que imaginam ter sido um altar lítico, formado por uma rocha de grandes dimensões.

Sobre sua superfície plana, foram esculpidas várias observações astronômicas, através das quais civilizações muito anteriores às que constituíram o Império Inca de Tahuantinsuyo realizavam o monitoramento das estrelas.

Até então, o laboratório astronômico mais antigo sobre o qual se tinha conhecimento eram as Treze Torres de Chankillo, construídas há 2.300 anos no litoral peruano.

Contudo, alguns dos centros mais importantes para a observação de corpos celestes na cultura andina estavam localizados na cidade de Machu Picchu – apesar de só terem aparecido no ano de 1.400 de nossa era.

De acordo com os pesquisadores, esses calendários gravados na rocha permitiram aos habitantes da época prever, com precisão assombrosa, a chegada de chuvas e organizar os períodos de plantio, colheita e consumo.

Além disso, eles afirmaram também que o observatório está situado às margens de um rio que já não existe, embora seus vestígios sejam claramente visíveis. As escavações continuarão para que eles possam definir a época exata a que pertenceram as instalações do laboratório.

Fonte: History
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...