quarta-feira, 9 de julho de 2014

Mistério em torno do Exército Perdido do rei persa Cambises II pode ter sido resolvido


O professor Olaf Kaper, arqueólogo da Universidade de Leiden, na Holanda, acredita que ele pode ter resolvido um dos maiores mistérios da história antiga - o que aconteceu com o exército de 50.000 homens do rei persa Cambises II no deserto egípcio por volta de 524 aC.

De acordo com o historiador grego Heródoto, Cambises II , o filho mais velho de Ciro, o Grande, enviou seu exército para destruir o Oráculo de Amon no oásis de Siwa. 50.000 guerreiros entraram no deserto ocidental do Egito perto de Luxor. Em algum lugar no meio do deserto o exército foi esmagado por uma tempestade de areia que os destruiu.

Muitos cientistas consideram a história como um mito, amador, mas arqueólogos profissionais têm procurado os restos dos soldados persas há muitas décadas.

Kaper nunca acreditou nessa história. "Alguns esperam encontrar um exército inteiro, totalmente equipado. No entanto, a experiência tem demonstrado que a longo prazo você não pode morrer por causa de uma tempestade de areia ", disse ele.

Prof Kaper argumenta que o exército perdido de Cambises II não desapareceu, mas foi derrotado.

"Minha pesquisa mostra que o exército não estava simplesmente passando pelo deserto, seu destino final era a Dakhla Oasis."

"Esta foi a localização das tropas do líder rebelde egípcio Petubastis III."

"Ele finalmente armou uma emboscada para o exército de Cambises II, e, desta forma tentou reconquistar uma grande parte do Egito, depois que ele se deixou ser coroado faraó na capital, Memphis."

"Dario I atribuiu a derrota vergonhosa de seu antecessor a elementos naturais. Graças a esta manipulação eficaz, 75 anos após o evento, oque Heródoto podia fazer era tomar nota da história da tempestade de areia. "

Durante os últimos dez anos, o professor Kaper esteve envolvido em escavações em Amheida, no Dakhla Oasis.

No início deste ano, ele decifrou a lista completa dos títulos de Petubastis III em blocos de templos antigos.

"É quando as peças do puzzle se encaixaram", disse o Prof Kaper.

"Os blocos do templo indicam que este deve ter sido um baluarte no início do período persa. Uma vez que nós combinamos isto com as informações limitadas que tivemos sobre Petubastis III, o local da escavação e da história de Heródoto, fomos capazes de reconstruir o que aconteceu. "


Fonte: Scienceblux
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...