quinta-feira, 13 de março de 2014

Encontrados em Portugal restos de nova espécie de dinossauro


Uma nova espécie de dinossauro descoberta em Portugal se encontrava no topo da cadeia alimentar há 150 milhões de anos, o que faz dele o Tiranossauro Rex de sua época - de acordo com uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira nos Estados Unidos.

Os ossos fossilizados desse dinossauro carnívoro, que media cerca de dez metros de comprimento e pesava entre quatro e cinco toneladas, foram descobertos ao norte de Lisboa.

Inicialmente atribuídos a um Torvosaurus tanneri, que viveu na América do Norte, os paleontólogos determinaram, finalmente - após analisar a tíbia, a mandíbula superior, os dentes e uma parte das vértebras da cauda -, que se tratava de uma de espécie nova. O animal foi batizado de Torvosaurus gurneyi.

Esse temido dinossauro possuía dentes afiados de dez centímetros, o que indica que estaria no ápice da cadeia alimentar da península ibérica há 150 milhões de anos, disseram os autores do estudo, Christophe Hendrickx e Octavio Mateus, da Universidade Nova e do Museu da Lourinha, em Lisboa.

O trabalho foi publicado no periódico americano PLOS ONE.

O número de dentes, o tamanho e a forma da mandíbula parecem diferenciar o Torvosaurus europeu daquele que viveu na América do Norte, afirmaram.

"Era, sem dúvida, um feroz predador", disse Mateus à AFP.

"Aonde chegava, era amo e senhor. O Torvosaurus não tinha rival durante o Jurássico tardio. É o equivalente ao T. Rex, mas 80 milhões de anos antes", comentaram.

"Não se trata, porém, do maior dinossauro predador conhecido", esclareceu Hendrickx, citando o tiranossauro e o gigantossauro, os mais importantes carnívoros do Cretáceo, período geológico entre 145,5 milhões e 65,5 milhões de anos atrás, quando os dinossauros desapareceram.

Fonte: UOL
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...