sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Estátuas faraônicas de 3.500 anos são descobertas em templo de Luxor

Especialistas franceses descobriram duas estátuas em um templo dedicado ao deus da guerra, Montu, da época do Império Novo (1539-1075 a.C.), na região arqueológica de Luxor, informou nesta terça-feira o Ministério de Antiguidades do Egito.

As escavações foram feitas por arqueólogos do Instituto Francês de Arqueologia Oriental no pátio do templo, situado na cidade de Arment.

Uma das estátuas representa um sacerdote de alta categoria, enquanto a outra exibe o nome e a profissão de "imn-hob", um dos escribas do templo, explicou o ministro egípcio de Antiguidades, Mohammed Ibrahim.

A primeira, esculpida em pedra diorito, mede 69 centímetros de altura e 48 centímetros de largura, e mostra o sacerdote ajoelhado usando traje religioso.

O chefe do Departamento de Egiptologia, Mohammed Abdel Maqsud, explicou que o sacerdote está ao lado de uma mesa de oferendas compostas por cabeças de falcões, que representam Montu, com gravuras e textos religiosos escritos em hieróglifos.

A segunda peça, de caliça, é um pouco maior e mostra um dos grandes escribas do templo segurando um sarcófago e uma estátua de Montu.

O templo começou a ser construído no Império Médio (1975-1640 a. C.) e foi ampliado durante as sucessivas dinastias faraônicas até a época grega (332-30 a.C).

Os arqueólogos do Instituto Francês de Arqueologia Oriental trabalham no local em parceria com a Universidade francesa de Montpellier e um centro franco-egípcio dedicado ao estudo dos templos de Luxor.



Fonte: Terra
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...