segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Cosmonautas acham plâncton marinho fora da ISS


Os russos a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) descobriram plâncton marinho vivendo no espaço. Ainda não há explicação científica para o surgimento de vida no vácuo.

Os cosmonautas Oleg Artemyev e Alexander Skvortsov tiveram que limpar por fora as janelas e iluminadores da ISS diversas vezes durante as caminhadas espaciais. Foi quando eles descobriram uma sujeira misteriosa, que foi recolhida e analisada em laboratórios da Terra.

Os exames revelaram a presença de células de plâncton marinho do lado de fora da ISS. Vladimir Solovyev, chefe da missão russa na ISS, disse em comunicado da agência ITAR-TASS que também foi possível encontrar partículas microscópicas na superfície dos iluminadores.

Os resultados confirmam que alguns organismos podem viver na superfície da ISS por anos mesmo diante de condições extremas, como a velocidade do voo espacial, o ambiente de microgravidade, as condições de temperaturas e a intensa radiação cósmica.

A possibilidade de naves de carga terem levado vida para lá já foi descartada. A hipótese mais aceita para o surgimento de plâncton no espaço é que ele tenha vindo dos oceanos da Terra, abaixo da ISS, apesar de a nave estar a mais de 300 quilômetros da superfície do planeta.

Segundo Solovyev, a novidade ainda precisa ser mais estudada. Na última caminhada espacial, no dia 18 de agosto, os cosmonautas recolheram novas amostras que também serão analisadas em laboratório.

Fonte: Info
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...